ENCALHE ( Descontinuado em 05.10.2013 )

agosto 16, 2013

“É o investimento público que puxa o privado e não o contrário”, diz senador Requião

Filed under: WordPress — Tags:, , , , — Humberto @ 12:30 pm

O senador Roberto Requião (PMDB/PR) afirmou que o câmbio valorizado artificialmente, a retomada da política de elevação de juros e o despreparo do governo federal para fixar uma estratégia de enfrentamento da crise dos EUA e Europa empurram o país para a desindustrialização, a sangria das remessas de lucros e intensificam o perigo do desemprego.

Ao manifestar sua preocupação com as perspectivas de desenvolvimento do país, em pronunciamento na segunda-feira (12), ele denunciou que não foi para combater a inflação, “que nunca fugiu do controle”, que o Banco Central voltou a aumentar juros.

“Voltamos ao ciclo traiçoeiro de ter de alimentar a especulação externa para atrair aplicações financeiras. Com isso, ingressamos no pior dos mundos, ou seja, revalorizamos a nossa moeda, radicalizamos o processo de desindustrialização e diminuímos a possibilidade de retomada das exportações, agravando o círculo vicioso da crise”, assinalou.

Requião também alertou para o risco de uma “crise cambial de curto prazo”, lembrando que toda vez que se aponta nessa ameaça, “os otimistas e o governo sacam como argumento os US$ 350 bilhões de nossas reservas”.

“Contudo, mesmo um elevado nível de reservas não resiste o efeito combinado de déficit comercial; déficit em conta corrente; remessa de lucros e juros crescentes ao exterior; redução dos investimentos externos; e a diminuição das exportações, tanto das manufaturas como dos produtos primários”, observou.

Segundo o senador, a indiferença dos dirigentes políticos do país com relação à gravidade da situação da economia já delineia no curto prazo um cenário de baixo crescimento do produto interno bruto (PIB). Para Requião, a política de promover desonerações já se esgotou enquanto instrumento de estímulo ao consumo, não produzindo outro resultado que não o favorecimento do lucro de empresas estrangeiras.

Ele apontou ainda como ameaça ao desenvolvimento a redução dos investimentos públicos, que o governo está colocando em prática a pretexto de controlar a inflação.

“O governo puxa o freio, na fiúza de que o investidor privado venha substituí-lo. Esquece aqui uma lição elementar, uma lição primária: no capitalismo, é o investimento público que puxa o investimento privado, e não o contrário”, frisou. ( HORA DO POVO )

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: