ENCALHE ( Descontinuado em 05.10.2013 )

agosto 15, 2013

Aliada unha-e-carne dos EUA, teocracia islâmico-absolutista saudita mantém em seus calabouços 30 mil dissidentes


 

Príncipe saudita denuncia ingerência e terrorismo:

‘Vassalos dos EUA mantêm 30 mil dissidentes presos”, afirma Khaled Farhan Saud

A monarquia saudita, principal aliada dos EUA no Oriente Médio (serviu de base e trampolim para os ataques dos EUA ao Iraque e é o principal fornecedor de armas e dinheiro, seguido do Qatar, para os mercenários da Síria que atuam na tentativa de derrubar pelo terror o governo de Bashar Al Assad), elevou o número de prisões de dissidentes pacíficos e tem respondido pela força excessiva a demonstrações de seus cidadãos. Segundo a organização Human Rightes Watch, são mais de 30 mil ativistas presos.

O príncipe saudita, Khaled Bin Farhan Al-Saud, em entrevista concedida à rede Rússia Today, de Dusseldorf, Alemanha confirmou as informações de elevação das perseguições aos ativistas de oposição.

Segundo ele, assim funciona o mecanismo de supressão das liberdades civis sob a dinastia Saud: “Não há judiciário independente, que, assim como a polícia e a procuradoria presta contas ao Ministério do Interior. É este Ministério o responsável pelos ‘crimes’ relacionados a ‘liberdade de expressão’. Fabricam evidências, não permitem que as pessoas tenham advogados de defesa”.

HORA DO POVO

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: