ENCALHE ( Descontinuado em 05.10.2013 )

junho 28, 2013

Os estudantes: ontem e hoje, Por Jasson de Oliveira Andrade

Filed under: WordPress — Tags:, , , , , — Humberto @ 8:06 pm

CAPA_DA_CARTA_CAPITAL_-_MANIFESTAÇÃO_POPULAROs estudantes brasileiros se destacaram na História do Brasil pelos seus movimentos. Essas manifestações são antigas e foram relatadas num livro, que se tornou uma referência sobre o assunto. Trata-se de “O Poder Jovem – História da participação política dos estudantes brasileiros”, do jornalista e escritor Arthur José Poerner, escrito em 1968. Pelo índice, se poderá ter uma noção da importância dessa obra: Capítulo I: O Estudante no Brasil Colônia; Capítulo II: O Estudante no Brasil Império; Capítulo III: A Rebelião da Juventude Militar; Capítulo IV: O Estudante na Primeira Republica: Capítulo V: O Estudante na Segunda República. Na Segunda Parte do livro, o autor estuda a participação da UNE (União Nacional dos Estudantes), desde o Combate ao Eixo e ao Estado Novo (Ditadura de Vargas), à Luta contra a Ditadura Militar de 64 ( governo Costa e Silva ), publicando uma Nota Complementar: A Morte de Edson Luís de Lima Souto. Nesta Nota, Poerner relata o assassinato desse estudante em 28 de março de 1968. Os estudantes protestavam no Rio de Janeiro. A polícia interveio. No Calabouço, no centro do Rio, um tiro dado por um capitão da PM matou o estudante Edson Luís. Em protesto contra esse assassinato, houve várias passeatas. A principal delas ficou conhecida como a Passeata dos Cem Mil, a qual, segundo o jornalista Carlos Marchi, do Estadão, “configurou o maior desafio até então lançado ao regime”.
No meu livro, “Golpe de 64 em São João da Boa Vista”, à página 226, escrevi: “A morte do estudante repercutiu, não apenas no Rio, mas em todo Brasil. Em Mogi Guaçu, a AUG, então presidida pelo estudante Synésio Ramos Júnior, o Nézinho, hoje professor da FEG (Fundação Educacional Guaçuna), lançou o seguinte manifesto: “A AUG – Associação Universitária Guaçuana, vem a público manifestar seu veemente protesto e repúdio às atividades policiais desenvolvidas no Rio de Janeiro, quando foi, covarde e vilmente, assassinada a criança, o estudante Edson Luís Souto. Que o governo federal tome consciência do fato, pois sua inoperância na solução do grave problema do ensino nacional o aponta, conceitua e define como único e exclusivo culpado. Coloque-se, pois, no banco dos réus, assuma suas responsabilidades, resguarde o livro do fuzil, a toga da farda, para que possa o Brasil retomar seu ritmo normal de desenvolvimento, vindo a ocupar uma posição de destaque no cenário internacional. “Liberta quae será tamen”, Mogi Guaçu, 2 de abril de 1968”. O pedido do Nézinho não foi atendido. Como as passeatas e os protestos dos estudantes continuaram, o ditador Costa e Silva, para coibir esses movimentos, decretou o Ato Institucional nº 5 (AI-5), em 13/12/1968, que os historiadores designaram como o Golpe dentro do Golpe de 64, ou seja, uma ditadura ainda maior, mais repressiva, com prisões, cassações de mandatos, torturas e mortes. Até Carlos Lacerda, líder civil do Golpe de 64, foi preso e teve seus Direitos Políticos Suspensos por 10 anos! O mesmo aconteceu com o ex-governador Ademar de Barros, que organizou a “Marcha da Família, com Deus, pela Liberdade”, resultando o Golpe de 64. Ele também foi perseguido e se exilou na França, onde morreu. O feitiço virou contra o feiticeiro…
Em 1968, o guaçuano Synésio Ramos Júnior se destacou, mas não conseguiu o que pretendia. Pelo contrário, houve retrocesso. Em 2013, no dia 22 de junho, tivemos em nossa cidade uma passeata pacífica de jovens estudantes contra, principalmente, o aumento da passagem de ônibus e o PEC 37. Outro belo exemplo. Espera-se que consigam o que pretendem, mas que, diferentemente de 68, sem retrocesso! Volto a dizer: Ditadura nunca mais. Caso contrário esses mesmos estudantes sairão às ruas pedindo Diretas, já!
JASSON DE OLIVEIRA ANDRADE é jornalista em Mogi Guaçu
Junho de 2013

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: