ENCALHE ( Descontinuado em 05.10.2013 )

junho 25, 2013

Roteiro golpista circula pelas redes sociais

Filed under: WordPress — Tags:, , — Humberto @ 7:18 pm

Um levantamento feito pela Rede Brasil Atual das iniciativas golpistas que passaram a parasitar as mobilizações pela redução das tarifas de transporte, divulgada no dia 21 de junho, mostra que há ligação entre elas, bem como revela a tentativa de montar uma ação organizada. “As redes sociais ligadas a esses grupos já começam a traçar uma espécie de “roteiro do golpe”. De um lado, defendem o afastamento da presidenta Dilma Rousseff, de “todos os políticos” e de “todos os partidos”. De outro, clamam para que o presidente do STF, Joaquim Barbosa, assuma o comando do país para que as forças armadas ajam “em defesa da população que se manifesta nas ruas”, diz o artigo.

Embora sejam difusamente compartilhadas, as campanhas atingem um número relevante de pessoas. Uma delas, com a foto de Barbosa pedindo que assuma a presidência do país, já passa de 270 mil compartilhamentos. Outra, no site Avaaz.org, pede o impeachment de Dilma e tem 315 mil assinaturas. Junto a elas, comentários pedindo o fim dos partidos, ação das forças armadas, separação de São Paulo do restante do país etc. Na manifestação de São Paulo já se via faixa com pedido de “intervenção militar” para “combater a corrupção”. A instigação dos manifestantes contra os partidos e entidades populares fazia parte do caldo de cultura criado pela direita.

Em outra ação, esses grupos de direita criaram um evento no Facebook convocando greve geral para 1º de julho. Na pauta de reivindicações estão o “fim da roubalheira”, a “auditoria no caixa do governo” e a “punição para os corruptos“, entre outros nove temas. O ato contava 390 mil confirmações até as 13h do dia 21. O movimento “ChangeBrazil” produziu filmes com técnica refinada, dirigidos aos manifestantes e aos policiais, incitando a violência. O apresentador tinha forte sotaque inglês e dizia ao final que com nossa perseverança “o Brasil vai se dobrar”.

Um vídeo da organização Anonymous, publicado na terça (18), chegou à marca de 1,4 milhão de compartilhamentos. O filme divulga “as cinco causas diretas, sem cunho religioso ou ideológico, sem bandeiras partidárias ou subjetividades”. As ideias propostas como de “cunho moral” e “unanimemente aceitas” são: Não à PEC 37; saída de Renan Calheiros da presidência do Congresso Nacional — ele é presidente do Senado [ grifo nosso ] — investigação e punição das irregularidades na organização da Copa do Mundo; lei que torne a corrupção crime hediondo; e fim do foro privilegiado. Uma pauta compartilhada e badalada pela mídia golpista.

Na noite do dia 20 o site do jornal Brasil de Fato denunciava a realização de uma pesquisa pelo Instituto Datafolha, que perguntava às pessoas qual afirmação ela se identificava mais: “a democracia é sempre melhor que qualquer forma de governo”; “em certas circunstâncias, é melhor uma ditadura do que um regime democrático”; ou “tanto faz se o governo é uma democracia ou uma ditadura”.

A Polícia Civil do DF identificou Cláudio Roberto Borges, 32 anos, como o homem que lançou um coquetel molotov contra o Palácio do Itamaraty, durante o protesto de aproximadamente 30 mil pessoas no gramado do Congresso Nacional na quinta-feira. Em depoimento à polícia, na noite de sexta-feira, ele confessou o crime. Borges tem cinco passagens pela polícia e duas condenações por furto. No momento, ele estava cumprindo pena em regime domiciliar. Quem o teria contratado para o serviço?

Outro suspeito de participar da depredação no Itamaraty foi um fuzileiro naval. A Marinha abriu uma sindicância interna para apurar a participação de um de seus fuzileiros na tentativa de invasão do Itamaraty, durante o protesto em Brasília na quinta-feira (20) e acabou com um rastro de destruição. Usando um gorro na cabeça, bermuda e camisa de manga comprida, ele tinha um capacete da PM nas mãos e assistia sem nada fazer homens tentarem quebrar a pontapés as vidraças do Itamaraty, sede do Ministério das Relações Exteriores.

O Movimento Passe Livre, por sua vez, declarou na manhã de sexta-feira que não convocaria mais protestos, pois tinha alcançado a vitória almejada, e criticou a violência contra organizações políticas ocorridas na manifestação de quinta-feira (20) na avenida Paulista.

O outro passo ensaiado pelos golpistas foi a tentativa de instalação de uma CPI sobre os gastos da Copa. O PPS anunciou nesta segunda-feira que vai tentar instaurar a CPI sobre “os gastos e indícios de superfaturamento com as obras da Copa do Mundo de 2014”. A iniciativa deveria ser do tucano Álvaro Dias, mas como ele não entrou com o pedido, o PPS afirmou que vai iniciar a coleta de assinaturas para a instalação da comissão. As avaliações são de que, mesmo que o partido consiga as assinaturas, a CPI dificilmente será instalada nesta legislatura já que outras CPIs aguardam abertura e apenas cinco podem funcionar concomitantemente.

HORA DO POVO

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: