ENCALHE ( Descontinuado em 05.10.2013 )

maio 31, 2013

ONU coloca Frente al-Nusra, aliada da Al_Qaeda contra governo da Síria, na lista negra das organizações terroristas


O grupo armado sunita Jabhat al-Nusra, vai ser incluído na lista de sanções das Nações Unidas, ficando sujeito a um embargo de armas e ao congelamento de bens. A decisão, tomada pelo comité do Conselho de Segurança que acompanha as sanções contra a al-Qaida, deverá ser oficialmente publicada ainda durante esta sexta-feira.
A diplomacia norte-americana junto das Nações Unidas confirmou que nenhum dos 15 membros do Conselho de Segurança levantou objeções à inclusão do grupo Jabhat al-Nusra nesta lista, dentro do período de contestação.

Não foi revelado o que poderá suceder agora se a al-Nusra vier a receber armas, por exemplo, da Grã-Bretanha ou de França, no âmbito do levantamento do embargo de armas aos rebeldes decidido pela União Europeia.

Em abril deste ano, o líder da Frente al-Nusra jurou fidelidade ao líder da al-Qaida, Ayman al Zawahri, sendo na qualidade de alias da organização terrorista no Iraque que a Frente é incluída na lista da ONU.

O grupo ganhou notoriedade nos últimos meses na guerra da Síria, onde se afirma como o grupo rebelde mais eficaz e organizado da rebelião contra o governo do Presidente Bashar al-Assad e também um dos mais ferozes e sanguinários.

Assume responsabilidade por ataques bombistas em Damasco e em Aleppo e tem combatentes em diversas brigadas rebeldes.

Grupo terrorista

O al-Nusra é liderado por Muhammad al-Jawlani, designado “terrorista global” pelo Departamento de Estado norte-americano no dia 16 de maio, ficando dessa forma sujeito a sanções norte-americanas. Em dezembro de 2012 a Frente já havia sido considerada uma organização terrorista pela administração americana

A Síria pediu às Nações Unidas para a al-Nusra ser designada uma nova organização terrorista mas esbarrou na oposição da Grã-Bretanha e da França, de acordo com fontes diplomáticas sob anonimato. Britânicos e franceses mostraram-se relutantes em aceitar as provas apresentadas quanto ao terrorismo.

“Havia fortes indícios de que a informação que conseguiram foi obtida em interrogatórios, o que na Síria significa tortura,” afirmaram os diplomatas.

As sanções agora impostas à Frente são as mesmas, seja como aliada da al Qaida ou como grupo terrorista.

RTP

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: