ENCALHE ( Descontinuado em 05.10.2013 )

dezembro 22, 2012

E o mundo não se acabou, Por Jasson de Oliveira Andrade


Assis ValenteMuitas pessoas se apavoraram com a previsão Maia de que o mundo iria acabar no dia 21 de dezembro de 2012. Não é a primeira vez que essas profecias são divulgadas. Profecia parecida também ocorreu na década de 1930, como vou relatar.
Com o golpe de 64 em São João da Boa Vista ( SP ), os golpistas, da UDN e seus aliados, cassaram os mandatos dos vereadores do PTB. O advogado Raimundo Pascoal Barbosa, de São Paulo, um dos maiores juristas daquela época, entrou na Justiça contra esse ato e conseguiu anular as cassações. Um feito extraordinário, visto que vivíamos em um regime discricionário. Em sua defesa, o referido advogado, ironizou: “Julgaram os façanhudos vereadores ‘cassadores’ que o ‘mundo ia se acabar’. Foi tudo mentira: ‘o tal de mundo não se acabou’, como aconteceu no samba de Noel Rosa, interpretado com tanta graça e arte por Carmen Miranda”.
Este relato consta de meu livro GOLPE DE 64 EM SÃO JOÃO DA BOA VISTA, páginas 67/68. Ao ler o meu livro, o Professor Messias Maciel do Prado constatou que o advogado se equivocou. O mestre, conforme ele me confidenciou, é “um grande apreciador da Música Popular Brasileira de qualidade”. Graças ao seu conhecimento da MPB, Messias percebeu o equívoco. O compositor da música E O MUNDO NÃO SE ACABOU é Assis Valente ( foto ), que a compôs em 1937. Carmen Miranda a gravou no dia 9 de março de 1938, tendo sido um dos maiores sucessos musical deste ano. E é cantada ainda hoje. Para que os leitores a conheçam, transcrevo a letra desse sucesso de Assis Valente:

… E O MUNDO NÃO SE ACABOU
Anunciaram e garantiram que o mundo ia se acabar
por causa disso a minha gente lá de casa começou a rezar
e até disseram que o sol ia nascer a noite antes da madrugada
por causa disso nessa noite lá no morro não se fez batucada (BIS)

Acreditei nessa conversa mole
pensei que o mundo ia se acabar.
E fui tratando de me despedir
e sem demora fui tratando de aproveitar.
Beijei na boca de quem não devia
Peguei na mão de quem não conhecia
dancei um samba em traje de maiô
e o tal do mundo não se acabou.

Chamei um gajo com quem não me dava
e perdoei a sua ingratidão.
E festejando o acontecimento
gastei com ele mais de quinhentão.
Agora eu soube que o gajo anda
dizendo coisa que não se passou.
Ih!… Vai ter barulho e vai ter confusão
porque o mundo não se acabou.

Como a previsão Maia não aconteceu, essa música de Assis Valente, em minha opinião, tornou-se atual. Se fosse composta hoje traduziria o que ocorreu em 21 de dezembro de 2012 para alívio de milhões de pessoas.
JASSON DE OLIVEIRA ANDRADE é jornalista em Mogi Guaçu
Dezembro de 2012

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: