ENCALHE ( Descontinuado em 05.10.2013 )

junho 21, 2012

EUA e Israel são os responsáveis pela criação do vírus Flame, gestado pela NSA [ aquela, do ECHELON ] e tendo com alvo o Irã

Filed under: WordPress — Tags:, , , , , , , — Humberto @ 6:04 pm

Detectado recentemente e considerado uma ‘bomba atómica informática’, o vírus Flame é uma invenção norte-americana e israelita que tem como objectivo atrasar o programa nuclear iraniano. De acordo com altos oficiais norte-americanos citados pelo The Washington Post, o Flame ‘rouba’ dados importantes aos sistemas informáticos onde penetra e é a mais potente ciberarma utilizada até hoje para sabotar as supostas pretensões nucleares de Teerão.
Orla Cox, uma analista de segurança de uma conhecida empresa produtora de anti-vírus, explica que os alvos do Flame foram, especificamente, iranianos e que «a forma como este vírus foi desenvolvido está para lá de qualquer coisa até hoje conhecida». Há algumas semanas atrás, quando se descobriu o vírus, esta especialista da Symantec disse ao The Guardian que o ataques detectados principalmente no Irão, e que agora se sabe serem da autoria dos EUA e Israel, foram «como utilizar uma arma atómica para abrir uma noz».
Apesar de nenhum dos países envolvidos admitir responsabilidades no ataque, um alto responsável norte-americano afirmou ao Post que isto poderá ser apenas o início de uma ciber-guerra coordenada entre os dois países cujo objectivo é sabotar o programa nuclear do Irão, de forma a reduzir a pressão para um ataque militar convencional e a aumentar a janela de tempo para os esforços diplomáticos.
O Flame foi desenhado pelos melhores criptomatemáticos do mundo, os da NSA (National Security Agency) norte-americana, e consegue entrar mesmo nas redes mais seguras. Uma vez dentro do sistema, é capaz de controlar todas as funções dos computadores, enviando os segredos de volta para os seus criadores. Mas não só, pode activar os microfones e cameras incorporados no computador que infecta, regista as passwords introduzidas no teclado, faz ‘print-screens’, extrai dados de geolocalização a partir de imagens e envia e recebe dados através de Bluetooth. E, ainda, faz tudo isto enquanto se disfarça de uma inofensiva actualização do Windows.
O alto oficial dos serviços de inteligência norte-americana que falou ao Post explicou que o Flame é apenas uma das armas que estão em utilização e que, apesar de ter sido descoberto, o ataque no qual esteve integrado ainda está em acção. ( SOL )

LEIA TAMBÉM: EUA e Israel foram os criadores do vírus Flame

>>> NUNCA ESCUTOU FALAR DO ECHELON? SAIBA AGORA, ENTÃO, AQUI

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: