ENCALHE ( Descontinuado em 05.10.2013 )

março 8, 2012

Senador Demóstenes Torres diz que não sabia que Carlinhos Cachoeira era bicheiro…


Carlos Newton / TRIBUNA DA INTERNET
A Agência Brasil informa que o senador Demóstenes Torres (DEM-GO), como era esperado, subiu à tribuna para dar explicações sobre as denúncias de que ele teria relações próximas com o bicheiro Carlinhos Cachoeira.
A amizade de Demóstenes com Cachoeira foi descoberta pela Operação Monte Carlo, da Polícia Federal, que investigou e terminou com a prisão do bicheiro e de outras 34 pessoas, entre outros motivos, por envolvimento com o jogo do bicho.
Torres disse, em seu discurso, que não é investigado por nenhum crime ou contravenção e que a violação do seu sigilo telefônico não obedeceu a critérios legais. A operação revelou vários telefonemas entre ele e o bicheiro. Apesar disso, o senador não negou que conheça Carlinhos Cachoeira, nem que tem uma relação próxima com o bicheiro.
“Como empresário, ele frequentava a alta sociedade goiana, convivia com pessoas de diversas atividades que, nem por isso, estão envolvidas [nas contravenções]”, observou o senador. Ele negou que soubesse dos negócios ilícitos do bicheiro. Torres confirmou ainda que recebeu eletrodomésticos de presente de casamento do bicheiro e o chamou de “amigo”.
“A boa educação recomenda não perguntar o preço de um presente, muito menos recusá-lo. Foi o que fiz, da mesma forma que com outros amigos”, declarou ele, que é um dos principais senadores da oposição.
Apesar de não negar a proximidade com Carlinhos Cachoeira, Demóstenes Torres enfatizou que não tem qualquer envolvimento com jogos de azar e disse que sempre se posicionou contra a liberalização deles. Embora questione os motivos que levaram aos grampos em seu telefone e à falta de discrição em relação às conversas gravadas por meio das escutas telefônicas, o senador dispôs-se a passar por qualquer investigação e garantiu que nada será encontrado contra ele.
“Tranquilizo vossas excelências, não existe nada. Não sou investigado por nada”, disse. “Podem grampear à vontade, não vão encontrar nada. Isso não vai me intimidar”, concluiu. Após o discurso, Torres recebeu o apoio de diversos senadores, inclusive de governistas como o líder Romero Jucá (PMDB-RR).
###
DESCULPAS ESFARRAPADAS
Como todos sabem, Carlinhos Cachoeira é acusado de comandar o jogo do bicho na Região Centro-Oeste, em especial no estado de Goiás, pelo qual Torres é senador. A quadrilha presa na Operação Monte Carlo é acusada de explorar máquinas caça-níqueis e pagar propina a agentes públicos, em especial policiais, para intimidar adversários e conseguir proteção. Cachoeira foi condenado e está preso por tudo isso, além de lavagem de dinheiro.
O senador Demóstenes Torres diz que não sabia que Cachoeira era bicheiro, pensou que ele fosse empresário e até aceitou dele vultoso presente… Ora, o parlamentar tenta nos convencer de que não lê jornal nem revistas, e também não ouve rádio nem assiste televisão?
Outra coisa: o bicheiro e o senador são tão próximos que conversaram por telefone 298 vezes entre fevereiro e agosto de 2011, como mostram as transcrições feitas pela Polícia Federal (PF) para a Operação Monte Carlo.
O “empresário” da jogatina e o político falavam-se até mais de uma vez por dia, inclusive nos fins de semana. É mais um parlamentar que devia mudar de ramo, sem moral para permanecer na político, especialmente por ser oriundo do Poder Judiciário, tendo a profissão de procurador de Justiça, vejam só quanta desfaçatez.

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: