ENCALHE ( Descontinuado em 05.10.2013 )

janeiro 1, 2012

A Privataria Tucana e a briga Serra x Aécio, Por Jasson de Oliveira Andrade


Tucano é abatido pelo batizado “O LIVRO”…

A briga entre Serra e Aécio para ver quem sairia candidato do PSDB à Presidência da República, em 2010, foi a responsável pela publicação do livro “A Privataria Tucana”, fenômeno de vendas e que está estarrecendo os seus milhares de leitores.
Naquela época, o jornalista Amaury Ribeiro Jr., autor do livro, foi contratado pelo jornal “Estado de Minas”. Ele explica, à página 24, o motivo de sua contratação: “O que me pedem é o seguinte: descobrir quais são os arapongas que estariam no encalço do governador de Minas, Aécio Neves, durante seus discretos roteiros sentimentais pelo Rio de Janeiro. Segundo o relato, Aécio é vigiado e tem seus movimentos seguidos por agentes arregimentados por seu adversário na disputa dentro do PSDB pela pré-candidatura à Presidência da Republica. O então governador paulista, José Serra, trabalhava nos bastidores para alijar o concorrente mineiro do páreo”. Então a briga de 2010 continua nas páginas dos jornais. O Estadão (serrista) publica o artigo “Pó Pará, governador?”, escrito por Mauro Chaves, já falecido, em 28/2/2009. A resposta veio com o Editorial do “Estado de Minas”, em 3/3/2010, sob o título “Minas a reboque, não!”. Amaury comenta o artigo do Estadão: “Contrastando a linha conservadora do jornal, instilou uma insinuação pesada, uma suposta ligação de Aécio ao “Pó”, ou seja, cocaína para atingir dois objetivos: expor publicamente, de modo vulgar e dissimulado, o comportamento do rival de Serra e enviar-lhe um recado muito claro”.
Essa briga de 2010, continua até agora. Com a publicação do livro “A Privataria Tucana”, Serra não esqueceu o Editorial e, principalmente, a contratação naquela época do jornalista Amaury Ribeiro Jr., autor do livro. O Blog de Noblat, serrista assumido, publicou, em 22/12/2011, uma Nota de Ilimar Franco, O Globo, sob o título “Estresse tucano”, que relata um fato pouco conhecido: “Por insistência do ex-governador José Serra, na reunião da Executiva do PSDB de anteontem [20/12], houve um debate sobre o livro “A Privataria Tucana”. Serra afirmou que a publicação tinha o dedo do PT mas também do fogo amigo. Depois fez CRÍTICAS DURAS (destaque meu) a um grupo de comunicação [Estado de Minas, aecista]. O secretário-geral do partido Rodrigo de Castro (MG) e o deputado Eduardo Azeredo (MG) não gostaram e saíram em defesa da empresa atacada”.
Em vista dessa discussão relatada, que segundo consta quase chegou à agressão entre Serra e os dois parlamentares aecistas, Ricardo Noblat, em 26/12/2011, escreveu no seu Blog, um comentário, “O que é isso, companheiros?”, alertando os “companheiros” tucanos e que tem o seguinte teor: “Em meio à eleição do ano passado, quando o sigilo fiscal de Verônica Serra foi quebrado por suposta encomenda do jornalista Amaury Ribeiro Jr., o problema a separar José Serra de Aécio deixou de ser político e passou a ser pessoal. (…) Serra concluiu de uma vez por todas que Amaury estava de fato a serviço de Aécio. (…) Em seu livro “A Privataria Tucana”, Amaury confessa que espionou o esquema de espionagem de Serra a pedido do jornal Estado de Minas, onde trabalhava. Por sua vez, o jornal atendia a um pedido de Aécio, então governador do Estado. (…) Serra acalenta o sonho de ser candidato a presidente pela terceira vez. Aposta no fracasso do governo de Dilma (…) Se não der, porém, tudo fará para que Aécio, uma vez candidato do PSDB a presidente, não se eleja de jeito nenhum. (…) É o troco. (…) O PT agradece”. Sem comentário!
Se a briga Serra X Aécio vem desde 2010, agora está mais acirrada graças ao livro “A Privataria Tucana”, do jornalista Amaury Ribeiro Jr, a obra que está fazendo estragos aos tucanos serristas. Será que vai beneficiar os tucanos aecistas? Por essa opinião do Nobrat quem poderá ser beneficiado é o PT. Como sempre digo: A CONFERIR! Por enquanto quem está sendo beneficiado é o jornalista. Com essa briga, o seu livro, que já está vendendo muito, poderá vender ainda mais…
JASSON DE OLIVEIRA ANDRADE é jornalista em Mogi Guaçu, autor de “Golpe de 64 em São João da Boa Vista” e desde 2006, mais ou menos, honra este humilde blog com suas contribuições.
Janeiro de 2012

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: