ENCALHE ( Descontinuado em 05.10.2013 )

maio 17, 2011

Chalita e Maluf, as armas de Alckmin, Por Jasson de Oliveira Andrade


Chalita, em seus tempos de PSDB, era nome forte da legenda

Depois da saída de sete vereadores do PSDB, a briga entre alckmistas e serristas continua. Se o racha tucano foi causado, segundo os serristas, por Alckmin ao impor um companheiro para o Diretório Municipal do partido, hoje o troco do governador está se dando nos bastidores. As armas de Geraldo são Chalita e Maluf.
Chalita é o segundo deputado federal mais votado por São Paulo, só perdendo para o Tiririca. Ele obteve 560.022 votos pelo PSB. Anteriormente Chalita se elegeu vereador da Capital, o mais votado, pelo PSDB. Devido às desavenças entre Alckmin e Serra, que apoiou Kassab para prefeito de São Paulo contra a candidatura do Geraldo, ele se desligou dos tucanos, mostrando fidelidade ao atual governador, de quem foi Secretário da Educação. Quando Serra se elegeu governador, ele procurou desmontar tudo o que Chalita fez na Secretaria. Este seria outro motivo do rompimento dele com os tucanos. Agora, segundo consta orientado por Alckmin, Chalita vai se desligar do PSB e se filiar ao PMDB, visando ser candidato a prefeito de São Paulo no próximo ano.
O PAINEL da Folha noticiou o encontro do prefeito Kassab com o ex-presidente Lula. Segundo a Nota, “o prefeito e o ex-presidente têm um ponto em comum: ambos procuram alertar seus interlocutores de que Gabriel Chalita, pré-candidato do PMDB na capital, “é Alckmin” (PAINEL, 15/5). O jornalista José Roberto de Toledo, no Estadão (16/5), também aborda o assunto: “Ele [deputado Gabriel Chalita] foi um deputado federal bem votado na cidade de São Paulo, teve quase 135 mil votos, mas perdeu para Tiririca (PR), Luiza Erundina (PSB) e Jilmar Tatto (PT). É uma cara nova e pode virar opção do governador Geraldo Alckmin, se o candidato a prefeito do PSDB, seja ele quem for, não emplacar”. Para tanto, o governador visa também o PP. A Folha de 14 de maio publicou uma reportagem da jornalista Daniela Lima com essa manchete: “Alckmin troca chefia de estatal [CDHU] por apoio de Maluf em 2012 – Estratégia é evitar eventual acordo do PP com partido de Kassab na eleição municipal”. Tudo indica, se não houver nenhum contratempo, o candidato de Alckmin poderá ser Chalita, que se filiará ao PMDB em Junho e já foi lançado candidato a prefeito de São Paulo pelo vice-presidente Michel Temer.
O único político que poderá colocar “areia” nesse entendimento é o Serra, caso ele aceite ser candidato a prefeito da Capital. Aí a candidatura do Chalita se tornará fraca, mesmo com o possível reforço malufista. O próprio Alckmin talvez não tenha outra alternativa a não ser apoiar o Serra em coligação com o PSD de Kassab. Como costumo dizer: A CONFERIR.
JASSON DE OLIVEIRA ANDRADE é jornalista em Mogi Guaçu
Maio de 2011

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: