ENCALHE ( Descontinuado em 05.10.2013 )

março 3, 2011

Alstom, Siemens e o propinoduto europeu no Brasil, Por Emerson Leal


Gilberto Nascimento, do portal R7, acaba de publicar uma matéria que me fez lembrar o episódio envolvendo aquele engenheiro do DER de São Paulo no processo das concessões de rodovias paulistas. Ele procurou o governador para fazer denúncias relacionadas com as concessões. Resultado: o governador de SP não quis saber. Procurou então o vice, que também não lhe deu ouvidos.
Qual o xis da questão? O engenheiro afirmou que as concessões já estariam definidas antes do processo licitatório. Ele sabia a priori quem ficaria com qual trecho das rodovias numa licitação que seria definida só dali a três meses. Como ninguém quis saber de sua denúncia, foi ao Cartório e a registrou. Três ou quatro meses depois, quando abriram os pacotes, tudo se confirmou.
O interessante é que a grande mídia também não quis saber da história. Não publicou nada! Claro, o governo era do PSDB. O mesmo ocorre no caso desta denúncia recente relatada no portal R7, sobre a qual a mídia também se cala. Ou, se divulga alguma coisa, o faz de forma diluída nas páginas internas dos jornalões. Nada de manchetes ou estardalhaços. Vamos à denúncia.
As promotorias públicas da Alemanha e Suíça realizaram investigações sobre pagamento de suborno pelas empresas Alstom (francesa) e Siemens (alemã) a políticos e autoridades da Europa, África, Ásia e América do Sul. A Siemens teria pago propinas da ordem de US$ 2 bilhões; e a Alstom, de US$ 430 milhões – inclusive a políticos e empresas do Brasil.
Segundo Gilberto Nascimento, um certo “Sr. F. [que não quis ser identificado] acompanhou de perto contratos firmados pelas duas empresas multinacionais com os governos do PSDB de São Paulo e do DEM do Distrito Federal para a compra de trens e manutenção de metrô”, supostamente fraudulentos. Por outro lado a Alstom foi acusada pela Procuradoria suíça “de pagar US$ 6,8 milhões em propinas para receber um contrato de US$ 45 milhões no metrô de São Paulo”.
O Sr. “F.” encaminhou à Promotoria Pública de São Paulo e ao Ministério Público Federal documentos e detalhes a respeito dos “acertos” e negociações que teria havido entre as duas multinacionais e empresas de lobistas brasileiros, intermediárias junto aos governos de São Paulo e do Distrito Federal. As negociações com o governo paulista envolviam, inclusive, contratos para a Linha 5 do metrô no Capão Redondo e para a entrega e manutenção de trens na Capital; e, com o governo do Distrito Federal, para a conservação do metrô de Brasília.
Alstom e Siemens, bem como representantes dos governos de São Paulo e do Distrito Federal, juram – claro – que tudo foi feito na mais perfeita ordem. O deputado estadual Simão Pedro (PT), contudo, não deixa por menos: deverá encaminhar nos próximos dias representação ao Ministério Público de São Paulo pedindo investigação dessas denúncias, sobre as quais a grande mídia monopolista se cala.
EMERSON LEAL é Doutor em Física Atômica e Molecular e vice-prefeito de São Carlos

( Texto publicado no HORA DO POVO, 02/03/2011 )

Anúncios

3 Comentários »

  1. Aos Editores de Encalhe, realizei acordo com Editora Abril sobre a matéria publicada. Peço a gentileza de V.Sas. retirarem o post que segue (https://humbertocapellari.wordpress.com/category/ciocchi-projetos-de-comunicacao/) Grato, Fabio

    Comentário por fabiociocchi — março 4, 2011 @ 2:14 pm

  2. Esse post é bem antigo, texto que retirei da Gazeta Mercantil – que ainda existia.
    Farei o que me solicita, Fábio. Espero que o acordo tenha sido satisfatório a você, OK?

    Comentário por Humberto Amadeu — março 4, 2011 @ 4:23 pm

  3. […] Filed under: Editora Abril — Humberto Amadeu @ 12:03 am O POST “Ciocchi acusa Abril de copiar projeto” FOI RETIRADO DO AR A PEDIDO DO SR. FÁBIO CIOCCHI EM 04/03/2011. VER COMENTÁRIO EM: https://humbertocapellari.wordpress.com/2011/03/03/alstom-siemens-e-o-propinoduto-europeu-no-brasil-p… […]

    Pingback por ENCALHE — março 4, 2011 @ 4:34 pm


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: