ENCALHE ( Descontinuado em 05.10.2013 )

agosto 15, 2012

Advogado se contamina com alucinações de Jefferson e quer que Lula seja julgado


O advogado que defende o ex-deputado federal Roberto Jefferson (PTB), Luiz Francisco Barbosa, disse que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi o mandante do suposto “mensalão”. O advogado fez a acusação durante sessão do julgamento do processo no Supremo Tribunal Federal (STF), na segunda-feira (13), no momento em que questionava a ausência de Lula na denúncia da Procuradoria-Geral da República.
“Eu digo: o presidente Lula não só sabia, como ordenou o encadeamento de tudo isso que essa ação penal discute aqui”, afirmou Barbosa. Segundo ele, os três ex-ministros arrolados no processo, José Dirceu, Luiz Gushiken e Anderson Adauto, eram apenas auxiliares do ex-presidente.
A ilação do advogado é contraditória com a entrevista de Roberto Jefferson ao jornal “Folha de S.Paulo”, em 2005, na qual o então deputado plantou a suposta existência de pagamentos a deputados, para obter adesão a projetos do governo. Ao fazer a defesa, Barbosa admitiu que não houve compra de votos. Ele confirmou que o PTB recebeu recursos do PT, mas afirmou que o montante foi para saldar dívidas de campanha.
Segundo o advogado, acordo entre as siglas envolvia R$ 20 milhões para salvar dívidas da campanha de 2004. Ele disse ainda que o PT pagou R$ 4 milhões a Jefferson. “Tratava-se de eleição municipal de 2004. As direções nacionais do PTB e do PT ajustaram para aquela eleição municipal apoio material por recursos e transferência de dinheiro”, afirmou. “A transferência de recursos entre partidos é autorizada por lei”.
O líder do PT na Câmara, deputado Jilmar Tatto (SP), rebateu a tentativa de envolvimento do ex-presidente. “É uma defesa desqualificada combinada com o desespero do cliente falido politicamente, cassado, que não tem credibilidade. É o fim de carreira de Roberto Jefferson. É a estratégia do desespero”, afirmou Tatto.
O petista contestou a existência do “mensalão” e também lembrou que em 2005 Jefferson disse que o presidente Lula não estava envolvido. “A tese de que o presidente comprou deputados para votar a favor de projetos desmoronou, não se sustenta, não para em pé”, afirmou o líder. “O governo não tomou nenhuma atitude, porque não existia. Era um absurdo naquela época como é um absurdo agora”, disse. ( HORA DO POVO )

- – > Relembre Roberto Jefferson defendendo Lula em 2005

“Zé Dirceu, se você não sair daí rápido, você vai fazer réu um homem inocente que é o presidente Lula. Rápido, Zé, rápido, para você não fazer mal a um homem bom, correto, que eu tenho orgulho de ter apertado a mão.” ( ROBERTO JEFFERSON )

About these ads

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O tema Silver is the New Black. Blog no WordPress.com.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.502 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: