ENCALHE ( Descontinuado em 05.10.2013 )

agosto 8, 2012

Pai do mensalão tucano (*), membro VIP da Lista de Furnas e AI-5 Digital toma invertida de jornalista

Arquivado em: WordPress — Tags:, , , , , — Humberto @ 5:48 pm

Duelo travado na seção Cartas Capitais, na edição 709 da revista Carta Capital:

JUÍZ? NÃO, RÉU II
É lamentável que mais uma vez CartaCapital dedique páginas a uma falsa lista que, beirando o delírio, faz referências à campanha eleitoral de 1998. Embora a revista nunca tenha dado espaço aos argumentos que apresentei sobre essa questão, é necessário novamente ponderar que tal lista – estranhamente “elaborada” em 1999, “referendada” em 2007 e só reconhecida em cartório em 1/6/2010, conforme carimbo mostrado pela própria publicação – em tudo se assemelha a outras listas comprovadamente falsas, elaboradas por um senhor que, até bem pouco tempo atrás, estava preso em Minas Gerais, justamente por falsificação de documentos. Dar espaço a esse tipo de material torna-se uma ofensa à prática jornalística e à liberdade de imprensa.
EDUARDO AZEREDO
Deputado federal

RESPOSTA DE LEANDRO FORTES
Não é verdade que CartaCapital tenha se negado, alguma vez, a dar espaço aos argumentos do senhor Eduardo Azeredo, assim como jamais dedicamos páginas a listas falsas. A outra lista para a qual fizemos uma reportagem foi a chamada “Lista de Furnas”, que não é falsa, conforme laudo pericial da Polícia Federal de 7 de junho de 2006, e que tratava quase dos mesmos personagens da agora apresentada “Lista do Mensalão Tucano”.
O “senhor” a quem o senhor Eduardo Azeredo se refere, mas teme escrever o nome, é o lobista Nikon Monteiro, figura de relações íntimas e estreitas com boa parte da equipe de campanha do ex– governador do PSDB em 1998. Monteiro foi preso na fase de instrução do inquérito de investigação da Lista de Furnas, em 2006, mas liberado logo em seguida, quando da divulgação do resultado da perícia da PF. Por fim, este jornalista dispensa conselhos sobre prática jornalística e liberdade de imprensa de um parlamentar cuja fama nacional decorre tanto de seu protagonismo no chamado “mensalão mineiro” como de sua iniciativa, via projeto de lei, de censurar, reprimir e limitar os direitos de livre expressão do cidadão na internet por meio do bem alcunhado “AI-5 digital”.

( REPRODUZIDO NO – e tirado dele – SITE CNJ Na Mídia )

(*) O MAIOR, verdadeiro e único, e mais bem-servido Mensalão de Todos os Tempos de toda a História desde que o  mundo é mundo…

About these ads

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O tema Silver is the New Black. Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.502 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: