ENCALHE ( Descontinuado em 05.10.2013 )

julho 28, 2012

Membros da oposição-rebelde síria também trocam de lado, mas mídia ocidental esconde isso

Filed under: WordPress — Tags: — Humberto @ 7:50 pm

A oposição síria vista de dentro
Cada nova passagem de um alto funcionário sírio para o lado da oposição se torna notícia na mídia ocidental. No entanto, aqueles que fogem em direção contrária são ignorados intencionalmente.
A Voz da Rússia dispõe de uma entrevista exclusiva de Iussef Naami – ex-combatente do Exército Sírio Livre, que passou recentemente para o lado das autoridades.
Iussef Naami tem 27 anos, ele combateu contra as forças do Governo na região de Hama. Lá o Exército Sírio Livre sente-se mais à vontade. Ele se tornou combatente da oposição por ingenuidade:
“Entre os jovens com quem eu cresci estava o conhecido xeque Ayman Al-Halid. Ele conversou connosco e disse que nós devíamos trabalhar para o bem da pátria, pela fé, que nos mandou uma importante missão. Ela supostamente consiste no combate ao pecador que está no poder. Como consequência dessas palestras tivemos a ideia de que era necessário fazer alguma coisa, declarar em voz alta nossa discordância, ir a comícios, dizer a todas as pessoas que nós não precisamos de tais autoridades, que é preciso salvar o país. Nós pensávamos assim e acreditávamos sinceramente nisso”.
O xeque Ayman apresentou os jovens a um homem que prometeu 2 mil liras (pouco mais de 30 dólares) por participação em um comício. Mas na realidade os rapazes receberam 500 liras cada um, o que representa 8 dólares. Às vezes não davam nada, diziam: depois. Os jovens não gostavam disto e então compravam-nos pela segunda vez, dizendo que iriam receber realmente dinheiro e muito mais se fossem disparar contra militares e policiais. O treinamento era feito em uma das bases. Depois disto, começaram a participar em combates com o exército, sequestravam pessoas, supostamente partidários do regime. Também acontecia as matarem. Por isto prometiam 10 mil liras, até 160 dólares. Mas na realidade pagavam dez vezes menos e com frequência não pagavam nada.
Por que motivo decidiu Iussef Naami acabar com o passado de combates?
“Em uma das operações capturaram um meu amigo. Em seu celular estava o meu número e algum tempo depois telefonou-me um homem não me lembro de seu nome, e disse que ele era da União da Juventude Síria e queria simplesmente falar comigo. Começou a fazer perguntas do tipo: “Por que você age assim, pois vocês, jovens, devem construir seu país”. No começo, eu desligava o telefone. Mas ele ligava de novo e falava gentilmente. Gradualmente eu comecei a refletir sobre o que ele dizia. Certa vez nós combinamos por telefone ir a um encontro perto de Hama. Eu fui e encontrei os rapazes da União da Juventude Síria e seu presidente Mohammad Ad-Deri. Nós conversamos durante muito tempo, fizemos perguntas uns aos outros e contámos alguma coisa. Depois disto não quis mais ser combatente.”
Os jovens disseram que acreditavam na declaração do presidente Bashar Assad sobre a anistia em caso de arrependimento e entrega voluntária das armas. Vinte e quatro horas depois da entrega das armas, as autoridades tiraram os jovens da lista negra.
Iussef Naami confessa que hoje ele se sente como que renascido. Agora ele trabalha na companhia de abastecimento de água. Alguns de seus camaradas também conseguiram encontrar um trabalho normal. ( VOZ DA RÚSSIA )

About these ads

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Theme: Silver is the New Black. Get a free blog at WordPress.com

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.505 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: